fulinaíma

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Banda Lúcia Lucifer

Aí está uma foto que é histórica para o R&R de Campos. Gostaria que você colocasse esta foto na mídia. Ela só foi publicada uma vez, no jornal A Notícia na época do show TUDO BEM. Trata-se de um registro que todos deveriam tomar conhecimento, musicalmente falando é claro.Banda Lúcia Lúcifer ( 1972 )Local - Balneário de Atafona ( na época era um conjunto de prédios abandonados, totalmente em ruínas ). Foto tirada num pequeno intervalo de ensaios ( o prefeito de S.J. da Barra, nos tinha emprestado a casa da prefeitura em Atafona ) para a histórica e lendária apresentação do show TUDO BEM ( ainda tenho uma fita cassete deste ensaio ) no palco do então denominado Colégio N. S. Auxiliadora. Até hoje nem sei sei como as freiras permitiram a Banda tocar por lá com este nome : Lúcia Lúcifer.
Músicos :Luizz Ribeiro - guitarra solo e vocalChico Olyntho - tecladosWellington - baixoJoão Pimentel - bateria
Estou com grande esperança na recuperação do meu amigo LUIZZ NEGÃO. O cara que pelo tamanho do pé, nunca, jamais iria se afogar. Um grande músico, e principalmente o meu melhor amigo aqui nesta vida, que começou a tomar conhecimento do que era um violão, lá em minha casa, comigo, tocando num violão onde só tinha uma corda. Mas para que mais do que uma corda ? Uma só bastava para me mostrar uma nova composição. Para que uma bateria ? Uma caixa de sapato já servia acompanhada das batidas da sola do sapato no chão e de um cano metálico que era jogado no chão para fazer "um efeito legal". Eu ainda tenho uma fita cassete com estes registros.Um abração deste nem sempre lembrado ( históricamente falando ) amigo e roqueiro,
João Pimentel

Mestiço

todo brasileiro é índio
índio já foram milhões
este Brasil mestiço
é a soma de muitas nações

e cada dia que nasce
nasce uma nova nação
os mesmos traços na face
as mesmas linhas na mão

sem bordunas
sem tacapes
só o som dos atabaques
e a roda de se dançar

sem flechas
sem canhões
só o som dos corações
e a vontade de se abraçar

sem feitor
sem capataz
só o som dos maracás
no canto da lua cheia

sem medo
sem violência
só o som da consciência
nós somos da mesma aldeia

Luta e Prazer

sexo diário continua sendo
o melhor remédio
quem ama não adoece
quem tem tesão não tem tédio

não mato cobra
porque sou ecologista
nem mostro o pau
porque não sou exibicionista

não escrevo teses
eu só escrevo tesões
eu não faço versinhos
só faço subversões

o que importa agora
é o que vamos fazer
daqui pra frente
com o que fizeram do mundo
com o que fizeram da gente

por isso vou dizer
o que é que eu acho
ou a gente parte pra cima
ou a gente fica por baixo
de tanto puxarem meu tapete
aprendi a pilotar tapetes voadores

Ditados Impopulares

sem essa de dizer que a pressa
é inimiga da perfeição
eu sou amigo da pressa
perfeição me interessa,
não me interessa não

o que é perfeito está morto
eu quero o falho o feio o torto
quero os pecados da alma
e as imperfeições do corpo

se a pressa
é inimiga da perfeição
é amiga da mudança
irmã da revolução

boca fechada não entra mosca
mas também não sai palavra
quem cala consente
quem sente fala

o silêncio pode ser uma jaula
o mundo sem palavras é quadrado
é preciso estar atento
é preciso ter cuidado
uma coisa é ser silêncio
outra é ser silenciado

lei do silêncio não faz sentido
o mundo sem palavras é quadrado
boca fechada não faz meu tipo
meu estilo é ser articulado

Eliakin Rufino
In CD Mestiço

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná