fulinaíma

terça-feira, 29 de setembro de 2009







Artaud
O Julgamento
1992 / 2009

Direção e Interpretação
Adeilton Lima

Projeto para Circulação
Myriam Muniz/FUNARTE
10 apresentações em Brasília e cidades satélites do DF

Adeilton Lima
(61) 3037-9384/9239-9644
adeiltonator@hotmail.com
Apresentação/justificativa

Há vinte anos demos início a uma pesquisa sobre a formação do ator no teatro contemporâneo, tanto no que se refere aos elementos teóricos, técnicos e artísticos, quanto à sua importância sócio-cultural. Fundamentada nas propostas de Antonin Artaud, Jerzy Grotowski e Eugenio Barba, a pesquisa até aqui resultou nos espetáculos Quintanares, sobre a obra de Mário Quintana, Diário de um Louco, de Nicolai Gogol, e no exercício cênico Para Acabar com o Julgamento de Deus, de Antonin Artaud. Os três espetáculos são etapas de um processo de investigação sobre os elementos que compõem a presença cênica do ator, tanto em seus aspectos físicos como mentais. A formalização destes recursos configura um conjunto de ações físicas cujo discurso em cena presta-se a uma dramatização fundamentada no elemento mais básico da teatralidade: o organismo do performer.

A proposta que ora apresentamos dá continuidade a esse processo, cujo objetivo fundamental visa tanto ao amadurecimento das idéias até aqui trabalhadas como ao estabelecimento de novos parâmetros para a sua aplicação. Nossas investigações têm se voltado exclusivamente para os elementos essenciais da natureza do fenômeno teatral, em cujo centro está o ator com seu material orgânico formando um conjunto de sons, gestos e movimentos capazes de arrebatar o espectador para dimensões absolutamente distantes dos referenciais impostos pelo racionalismo que dominou todo o século XX.
A relevância desta proposta estende-se não apenas ao debate necessário sobre os caminhos da arte contemporânea, às possibilidades de descobertas e redescobertas de elementos culturais universais que fundamentam o trabalho do ator, mas também ao enriquecimento teórico e técnico que se deve exigir de um pesquisador da área teatral. As principais questões concernentes à nossa proposta estão em sintonia com as mudanças de paradigmas que enfrentamos neste novo milênio; dialogar e refletir sobre elas deve ser preocupação constante dos que promovem os bens culturais.

Objetivos
Dar continuidade à pesquisa sobre o trabalho do ator, segundo o pensamento de Artaud;
Promover debates sobre a obra de Antonin Artaud, destacando sua atualidade;
Investigar as propostas do Surrealismo;
Identificar as influências das idéias de Artaud no teatro contemporâneo e brasileiro.

Figurino
Uma calça de tecido algodão.

Adereços
Uma bacia, um colar indígena, uma travessa de barro, uma placa de metal, de 1metro por 50 centímetros, uma bacia, um sino e um tambor.

Cenário
Um círculo de areia com 2 metros de diâmetro.
Elementos
Fogo, colocado sobre uma placa de metal, utilizando-se álcool.
Bacia com água.

Ficha técnica:
Ator e diretor: Adeilton Lima
Iluminador: Eduardo Fernandes
Duração: 1h
Faixa etária: 16 anos
Tempo para montagem: 24h antes
Tempo para desmontagem: 2h

Um comentário:

Paty Padilha disse...

Maravilhoso seu trabalho! Parabéns! Encantada! Paty Padilha

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná