fulinaíma

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Se Porém Fosse Portanto


luz e sombras pelas areias de saquarema: - fotos: artur gomes




Se Porém Fosse Portanto
Se trezentos fosse trinta
o fracasso era um portento
se bobeira fosse finta
e o pecado sacramento
se cuíca fosse banjo
água fresca era absinto
se centauro fosse anjo
e atalho labirinto
Se pernil fosse presunto
armadilha era ornamento
se rochedo fosse vento
cabra vivo era defunto
se porém fosse portanto
vinho branco era tinto
se marreco fosse pinto
alegria era quebranto
se projeto fosse planta
simpatia era instrumento
se almoço fosse janta
e descuido fosse tento
se punhado fosse penca
se duzentos fosse vinte
se tulipa fosse avenca
e assistente fosse ouvinte
se pudim fosse polenta
se São Bento fosse santo
dona Benta fosse benta
e o capeta sacrossanto
se a dezena fosse um cento
se cutia fosse anta
se São Bento fosse bento
e dona Benta fosse santa.

Cacáso - Antônio Carlos de Brito

A Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - FNLIJ e a Petrobras têm o prazer de convidar para o12º Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens. De 08 a 19 de junho, no Centro Cultural Ação da Cidadania, na zona portuária do Rio de Janeiro - Av. Barão de Tefé, 75.

De segunda a sexta, das 8h30 às 18h
Sábados e domingo, das 10 às 20h

Dilma diz estar pronta para ganhar os debates durante a campanha

A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, animou os participantes da reunião do Diretório Nacional da sigla ao afirmar que está pronta para "ganhar os debates políticos".

Gol da África do Sul ofusca reunião petista
Dirceu diz que suposto dossiê foi "factoide" criado por Serra

"Disseram que eu ia cair nas pesquisas, não caí. Agora dizem que eu vou perder os debates políticos. Não vou perder e o PT vai me ajudar a ganhar", afirmou a candidata.

Dilma ressaltou que o partido precisa se mobilizar para garantir o maior número de deputados, senadores e governadores.

Contraditoriamente, o PT terá o menor número de candidatos a governador nos seus 30 anos de história 11, contra uma média de 19 nas últimos quatro pleitos.

A estratégia de apoiar aliados nos estados em detrimento da candidatura própria se deu para priorizar o plano nacional e eleger Dilma.

fonte: Uol http://www.uol.com.br/

Em treino "vazio" na hora da abertura, Brasil vê atrito entre Alves e Baptista
Alexandre Sinato
Em Johanesburgo (África do Sul) http://www.uol.com.br/

CONFLITO ENTRE GRANDES Luis Fabiano retrucou as declarações de Verón ao falar que "alguns são amargurados na vida", esquentando clima entre Brasil e a arquirrival Argentina

SEM TEMORES Zagueiro Juan eliminou a teoria da conspiração contra o time de Dunga ao falar que o Brasil não é uma seleção pequena que pode ser roubado escandalosamente sem ninguém comentar

A seleção brasileira não recebeu a atenção costumeira da imprensa nesta sexta-feira. O treino da tarde (manhã do Brasil), realizado na Hoerskool, foi acompanhado por menos da metade dos jornalistas que diariamente seguem a equipe de Dunga. O motivo? No mesmo horário, África do Sul e México fizeram o jogo de abertura da Copa do Mundo. Em campo, Dunga comandou um treino técnico de finalizações e cruzamentos. O único incidente veio no fim dos trabalhos: Júlio Baptista e Daniel Alves se estranharam após uma roubada de bola do lateral.

O meia da Roma, com a bola dominada, se aproximou da área. Daniel Alves apareceu por trás e roubou a bola calçando o companheiro. Baptista caiu com a entrada e reclamou. Daniel Alves voltou na direção de Júlio e argumentou com veemência. Após a discussão, cada um foi para um lado. Ao fim do treino, os dois voltaram a discutir sobre o lance.

Cerca de 90 profissionais da imprensa presenciaram a atividade. A grande maioria de brasileiros. Os estrangeiros deixaram a seleção brasileira em segundo plano. Quem esteve presente na arquibancada da Hoerskool dividiu a atenção entre o treino brasileiro e as informações da partida de abertura que chegavam via internet ou por telefone.

No começo do jogo e do treino, quando alguns jornalistas falaram mais alto que um gol havia saído no estádio Soccer City, jogadores que se aqueciam no gramado olharam curiosos para a direção da imprensa. Mas o placar não havia sido inaugurado.

Depois do aquecimento e dos exercícios físicos feitos em um campo mais afastado para poupar o gramado principal, Dunga colocou os jogadores para chutar a gol.

O aproveitamento foi de 26%. Exceção feita a zagueiros e goleiros, todos participaram. No total foram 127 chutes: 33 gols, 42 finalizações para fora e o restante (52) foi defendido pelo trio Julio Cesar, Gomes e Doni.

O destaque do treino foi Luís Fabiano: ele marcou cinco gols em sete tentativas. Boa notícia para o atacante, que não estufa as redes há cinco jogos e vive seu maior jejum com a camisa da seleção brasileira.

O único que não pôde comemorar um gol foi Kaká. O camisa 10 totalizou oito finalizações. Seis foram defendidas pelos goleiros e duas saíram pela linha de fundo.

Depois da atividade, os jogadores ainda fizeram alguns cruzamentos. Na sequência, o grupo foi dividido em três times. Dois deles se enfrentavam em metade do campo. Apenas um goleiro era utilizado. A outra equipe apenas esperava.

Todos participaram da movimentação. O Brasil realiza mais três treinos até estrear na Copa na próxima terça-feira, diante da Coreia do Norte, no estádio Ellis Park, em Johanesburgo. O jogo começa às 15h30 (de Brasília) e vale pelo grupo G.

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná