sexta-feira, 16 de julho de 2010

Riverdies - I Wonder

Artur. Tuas poesias assombram as sombras ocultas que vagam por aí, algumas se rendem outras não aguentam e estouram, talvez seja o êxtase, a força das palavras que sua mente desvairada lapida para nós.

Admiro tua coragem, entra no meio das multidões e destrincha sua poesia falada para os mortais a degustarem e beberem do seu néctar. Vi um vídeo seu uma certa vez em uma praia, num barco falando todo destemido sua poesia para umas três ou quatro pessoas.

Admirei! Você planta a semente uma a uma vagarosamente, e as rega com tua energia. Que os Deuses permitam que mesmo que quando a tua carne enfraqueçer como a de todos nós um dia, pois nossa pele nada é , nada significa além de uma casca passageira, suas sementes germinem nos ares mais distantes numa overdose poética e infinita que brilhe , assole nas mentes que estão por vir, afinal, seus versos são demais!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Felicidades sempre para ti, e nunca perca esta força de esparramar tua arte!!! Me sinto super honrada em ser sua amiga neste mundo virtual!

Alcinéia – Corumbataí-SP

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná