segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Riverdies










E aí, amigos?! Tudo bom?! São tantas novidades que eu nem sei por onde começar... rs... No último fds de julho, dias 30 e 31, nós estivemos em São Paulo para receber o prêmio GRC Quality Music de banda revelação do ano de 2010. O prêmio nos foi concedido por uma curadoria da qual participam por exemplo, Carlos Borba Gato e Eduardo Prata, dois produtores bem relevantes dentro do cenário nacional. Recebemos o prêmio no salão nobre da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, com todo o garbo e elegância necessários para uma ocasião como essa (ou seja, fui proibido de usar bermuda, hehe).
Foi muito significativo para nós receber um prêmio de âmbito nacional que reconhece diretamente a qualidade do nosso trabalho, realmente fodão. Ainda fomos convidados para nos apresentar na mesma noite, no Café Aurora, tradicional reduto do rock & roll paulistano, numa outra experiência maravilhosa que pretendemos repetir em breve! Foi chocante perceber como o rock tem muito mais espaço em Sampa - que é uma realidade conhecida por todos, mais que ainda assim sempre nos surpreende positivamente. Enfim, temos muitas histórias boas para contar de nossa ida à terra da garoa... rs... Mas, nosso próximo compromisso é aqui o Rio mesmo!
abraços - Fil Buc


Visões Periféricas
Festival distribui R$ 16.000,00 em prêmios
Leia no blog: http://mania-de-saude.blogspot.com/

jura secreta 114
para juliana inhasz

esse teu olho que me olha
azul safira
ou mesmo verde esmeralda
fosse pétala/pedra rara
carne da matéria doce
ou mesmo apenas fosse
esse teu olho que me molha
quando me entregas do mar
toda alga que me trouxe

arturgomes
http://musadaminhacannon.blogspot.com/

Papagaio da Quitanda Paulo Ciranda






Olá! Artur, Muito interessante o vídeo, é fascinante estes contrastes, esta "salada" multi-colorida que somos nós, a sociedade, e que aí se reflete. Novos conhecimentos nascendo através de novos contatos, entre gente totalmente embolada, palavras trocadas, a troca do suor, de idéias e talvez ainda arrisquem saborear alguns sonhos transparecendo nos meninos da rua do bairro, nos olhos pintados naqueles muros que são os olhos de quem ali pincelou a própia existência, esta que, Paulo Ciranda cantou tão bem num ritmo que louva a vida de braços abertos para o que vier!

Relembrando que Honoré Daumier um dia emocionado sussurrou " Nós, nós ainda temos a arte para nos consolar.Mas e eles? O que eles têm?" e vendo que desde aquela época a sociedade pouco mudou, tenho a certeza quanto mais vivo que a arte não é feita para ser reverenciada mas sim para servir um povo que dela necessita para se reencontrar e sobreviver!
Continuem nesta trilha, talvez seja estreita mas alarga horizontes perdidos.

Um grande abraço
Alcinéia - Comrumbataí-SP

Engels Espíritos
Amigos Músicos de Brasília,
Estamos vivendo um momento muito importante para a nossa profissão, e precisamos nos unir para definitivamente acabarmos com a tirania imposta durante 50 anos pela “Ordem dos Músicos”. Esta instituição é uma herança da ditadura militar que, como nós já sabemos, sua única função foi explorar, perseguir e punir os músicos brasileiros forçando-os a se filiarem com uma argumentação falaciosa de que pela “lei” seriamos obrigados a fazer parte e que estariam regulamentando a profissão de ‘Músico’.

A Verdade que poucos de nós sabemos é que a nossa carta magna “A Constituição Brasileira de 1998 nos traz no artigo 5 inciso IX: “É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença.”
Portanto, para exercermos a nossa profissão, NÃO SOMOS OBRIGADOS A PARTICIPAR OU TER A LICENÇA DE NENHUMA INSTITUIÇÃO, ASSOCIAÇÃO OU SINDICATO. FILIAM-SE QUEM QUISER!

Nos cobram uma anuidade de 120 reais sem de FATO nos beneficiar em NADA. E nos entregam uma carteirinha ridícula como consolo, que não tem poder funcional sobre nada em nossa sociedade. É isto que a regulamentação representa? Eles tiveram 50 anos! E até hoje não conseguiram esta tal “regulamentação”. Nunca tivemos uma fiscalização de casas noturnas, de festivais e produtores que nos exploram. Nunca tivemos assistência jurídica, médica, odontológica, aposentadoria. Onde foi parar este dinheiro da anuidade que nos obrigam a pagar durante todos estes 50 anos?

Vivemos em um estado democrático e a OMB ainda age como se estivéssemos no regime antigo, aproveitando-se da inocência dos músicos, nos extorquindo e tirando o direito da liberdade de expressão artística garantida pela nossa constituição.

PROTESTO-SHOW PELO FIM DA OMB!
NESTA SEXTA-FEIRA 13 DE AGOSTO, ÀS 13HS EM FRENTE AO CONIC
COMPAREÇAM! VENHAM DEFENDER OS NOSSO DIREITOS.ESTA LUTA É NOSSA!
VEJAM O VIDEO DE DIVULGAÇÃO: http://www.youtube.com/watch?v=ROIFcICNqvk

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná