sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Serra, o inimigo da blogosfera



A campanha está começando, pra valer, e já temos uma manifestação de um dos principais candidatos à presidência sobre o que ele pensa da blogosfera.
Para Serra os blogs que o criticam são "sujos" e "financiados pelo governo" - "Boa parte desta estratégia não deixa de ser alimentada por recursos públicos, como por exemplo da TV Brasil, que não foi feita para ter audiência, mas para criar empregos na área de jornalismo e servir de instrumento de poder para um partido" e mais, quando questionado a respeito de quais seriam os tais blogs sujos a que se referia. Serra escapa, em total desprezo, com uma de suas marcas do desrespeito a liberdade de expressão e ao contraditório: "Alguma outra pergunta?".
Claro que suas declarações serviram de afago e apoio irrestrito (e mútuo) aos grande grupos de comunicação brasileiros, nitidamente identificados como os maiores apoiadores de sua candidatura e, consequentemente, de condenação da blogosfera, contraponto desses meios de comunicação e opção de outras leituras dos fatos.
Serra mostrou-se, transparentemente, parcial. Uma (pouco provável) vitória de Serra poderia, baseado em suas declarações e na falta de respeito que apresenta quando confrontado, representar um risco à liberdade de expressão e de imprensa. Serra não parece conviver bem com aquilo que o expõe em suas fragilidades e contradições. Foge da discussão com o seu bordão preferido do menosprezo ao direito de informação sobre determinados temas: "Alguma outra pergunta?".
sua forma sui generis. Ou quando, mais agressivo, responde com outra pergunta aquilo que lhe desagrada e despista do assunto incômodo. Mas Serra é capaz de se desculpar por seus atos, como fez certa vez com um repórter que lhe perguntou algo inconveniente, ao saber que o mesmo era da Rede Globo, saiu-se com essa: "De onde você ? É da Globo? Então me desculpe...". Inacreditável, mas verídico, confira aqui. http://www.redebrasilatual.com.br/multimidia/blogs/blog-na-rede/serra-pede-desculpas-a-globo
Há agora posições definidas de quem está com quem, a blogosfera já sabe quem representa riscos a sua liberdade e diversidade. A blogosfera representa a possibilidade das pessoas se informarem sob o signo da diversidade, nos mais amplos aspectos culturais, econômicos e políticos, condená-la irresponsavelmente, como fez o candidato Serra, apenas serve para defender os interesses dos grandes grupos de comunicação e desqualificá-la como fonte de informação e discussão.
PT entra com duas representações contra Serra por citar Lula

MÁRCIO FALCÃODE BRASÍLIA
O PT começou a responder nesta sexta-feira parte dos ataques do PSDB à presidenciável Dilma Rousseff e entrou com duas representações na Justiça Eleitoral contra inserções de José Serra (PSDB) no rádio.
As peças da campanha tucana citam o nome do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e acusam Dilma de "pegar o bonde andando" e de ser desconhecida. As inserções fazem parte da estratégia tucana para reverter a desvantagem nas pesquisas de intenção de votos.
Leia as representações aqui e aqui
Os advogados do PT devem entrar neste sábado com uma nova ação, desta vez acusando Serra de explorar indevidamente a imagem de Lula em sua propaganda na televisão. O programa da coligação que busca eleger José Serra mostrou o candidato ao lado do presidente em três quadros, na abertura da propaganda eleitoral. O texto dizia "Serra e Lula, dois homens de história, dois líderes experientes".
Nas representações protocoladas hoje, o PT pede a perda de 420 segundos de inserções dos tucanos na propaganda eleitoral no rádio. O texto acusa Serra de usar "maliciosamente" seu espaço na propaganda eleitoral para "confundir o eleitor", "ridicularizar" Dilma, sustentando que ela é uma "pessoa que não se pode confiar".
"A propaganda expõe falsamente a candidata Dilma Rousseff buscando claramente degradar e ridicularizar sua imagem, colocando-a como popularmente e depreciativamente chamado de "um ninguém". [...] Ademais, maliciosamente aproveitar-se da imagem de filiado a partido adversário quanto trata o Exmo. Sr. Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, como "nosso Lula", diz a ação.
O PT questiona duas inserções utilizadas pela coligação de Serra. A primeira fala: "Nosso Lula está saindo; e essa senhora quer ficar no seu lugar; ninguém conhece; ninguém sabe de onde veio; ninguém sabe o que ela pensa; como eu posso confiar; lula que me desculpe, mas com a Dilma não vai dar", diz o jingle.
A outra peça sugere que Dilma quer usurpar os feitos do governo Lula. "Dona Dilma pegou o bonde andando; tá de carona e quer sentar na janela; dona Dilma; o Lula fez as coisas; a gente sabe; nessa eleição vão dizer que é tudo dela; é ruim, hein", afirma a música.
Para os petistas, a propaganda tucana quer sugerir uma intriga entre Lula e Dilma. "Visando ainda causar no eleitor uma imagem de intriga entre ele e sua candidata e correligionária Dilma Rousseff, como alguém que supostamente estaria buscando usurpar seus feitos e realizações. Querem mostrar que o presidente da República seria aliado a eles e não à candidata".

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná