segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Sobe para 641 o número de mortos na região serrana do Rio




Por: Agência Brasil

Voluntários trabalham no sepultamento de vítimas dos deslizamentos na região serrana do Rio (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

Rio de Janeiro - As chuvas que castigaram a região serrana fluminense nos últimos dias já deixaram 641 mortos em cinco municípios. Segundo informações da Polícia Civil, o maior número de mortes foi registrado em Nova Friburgo: 292 vítimas.

Teresópolis tem, até o momento, 271 mortos e Petrópolis, 55 vítimas, todas no distrito de Itaipava. Outras corpos foram resgatados em Sumidouro (19) e São José do Vale do Rio Preto (quatro).

Calamidade
O governo do Rio de Janeiro decretou neste domingo (16) estado de calamidade pública em sete municípios da região serrana: Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Bom Jardim, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Areal.

Os decretos de estado de calamidade pública, que permitem dispensas de licitação para reconstrução das cidades destruídas pelas chuvas, entram em vigor já na segunda (17), quando serão publicados no Diário Oficial do Estado. A medida terá validade de 180 dias consecutivos, contados a partir de 12 de janeiro.

Segundo o Palácio Guanabara, a decisão tomada pelo governador Sérgio Cabral visa a dar “maior agilidade na contratação de serviços, aquisição de materiais e execução de obras na região serrana”.

Cálculos
O vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, disse que deve durar mais de um ano o prazo para o levantamento do prejuízo provocado pela tragédia que atingiu os municípios da região serrana do estado. Segundo ele, “não se tem como precisar recursos para recuperar as cidades a curto prazo”.

Ele e o governador Sérgio Cabral disseram à presidenta Dilma Roussef, durante sua visita ao estado, que não adianta discutir neste momento volume de recursos para reerguer as cidades da região serrana atingidas pela enxurrada.

Pezão afirmou também que a maior dificuldade será preparar um programa habitacional, devido à dificuldade de encontrar terrenos planos na região.

Luto oficial
A presidente Dilma Rousseff decretou luto oficial de três dias, desde a sexta-feira (14), pelas vítimas dos temporais que assolaram vários municípios do país, principalmente os da região serrana do estado do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná