fulinaíma

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Bancários protestam na final da Libertadores contra Santander

Trabalhadores denunciam à sociedade desrespeito e práticas antissindicais do banco, patrocinador do evento

Escrito por: Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região


Faixas e panfletos vão denunciar aos torcedores que acompanharão a final da Copa Libertadores todo o desrespeito com que o banco espanhol Santander – patrocinador do evento – trata seus funcionários e aposentados nas Américas. O protesto será promovido pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo Osasco e Região, Afubesp, Fetec, Contraf/CUT e Uni Américas nessa quarta-feira, 22 de junho, a partir das 18h, em frente ao Estádio do Pacaembu, em São Paulo, onde acontece o jogo entre Santos e Peñarol. O Ato contará também com performance de malabares e pernas de pau.

As entidades querem ressaltar a fraude histórica empreendida pelo Santander ao tentar colar sua imagem a um torneio que homenageia a memória daqueles que morreram para conquistar a independência das Américas diante da exploração colonial das potências europeias.

“O banco tem explorado os trabalhadores em todos os países das Américas com práticas antissindicais, assédio moral para o cumprimento de metas absurdas e ainda dá calote nos aposentados do antigo Banespa apenas para acumular lucros cada vez maiores que são remetidos para matriz espanhola e pagar salários milionários à diretoria executiva” diz a secretária de Finanças do Sindicato e vice-presidenta da Afubesp, Rita Berlofa. “Os trabalhadores querem que o Santander assine um acordo global que respeite direitos fundamentais dos trabalhadores, como à organização, à sindicalização e ao diálogo social, independentemente do país em que atuam”, ressaltou.

“Há anos a Afubesp faz parte do grupo de entidades que apoiam a campanha de mídia que leva a eventos esportivos patrocinados pelo banco faixas e cartazes exigindo respeito”, explica o presidente da Afubesp e diretor executivo do Sindicato, Paulo Salvador. “Um deles é a Copa Libertadores da América, ironicamente bancada hoje por uma instituição que nasceu e mantém sua sede em um dos principais países colonizadores do continente, a Espanha.”


fonte: http://www.cut.org.br/

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná