fulinaíma

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

ana de amsterdã



leminsk um dia me disse
carteira de indentidade
ser uma coisa freudiana
sonho de burguês da grã bretanha
querendo o sonho dominar
para que o sexo na alemanha
tenha em hitler o exemplar
ana de amsterdã
me pediu que freud explique
se o tal do sexo
é sonho
ou é questão de identifique
porque nas noites de insônia
me vem uma coisa estranha
meu amado vem e me pega
me joga num mar de espanha
eu quero que freud ponha
cada coisa em seu lugar
eu fico meio sem jeito
mas nunca posso negar
que quero essa coisa estranha
até o momento de gozar

arturgomes
http://pelegrafia.blogspot.com 



Olá Artur! Sua poesia sempre está viva em todos os cantos! Meu aluno do recado abaixo parece ter curtido seu blog! Precisamos de poesia, sonhos  que amenizem os tapas da realidade. Precisamos de um pouco de loucura para curar a mesmice. Enfim, precisamos de alguma forma de esperança para continuarmos nesta caminhada!

Legal esta sua brincadeira com este cara  do final do vídeo! Esses pontos que você grava são do RJ? Todos repletos de história, as moradias rústicas, adorei! Posso publicar um de seus poemas no blog da nossa escola?
 
Tenha um lindo final de semana!
Grande abraço
Alcinéia Marccuci - Corumbataí-SP

Artur, Hayan Rúbia passou pelo Vale do Paraíba no começo dos anos 80. Ela participou de algumas INTERVENÇÕES poéticas oganizados pelo ALGAROBA. Tenho muitas imagens em Super 8. Orgásticas imagens no ápice do desbunde protagonizadas pela grande, querida e saudosa poeta HAYAN RÚBIA. Assim que as imagens forem telecinadas eu te envio.

Grande abraço."
Márcio Vaccari – Taubaté-SP.

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná