quinta-feira, 10 de novembro de 2011

por do sol ou: a traição das metáforas

 
a traição das metáforas

Com os seus peitos de concreto
Porto Alegre me apavora
Mayara estava cansada
E foi dormir antes da hora

arturgomes

2 comentários:

May Pasquetti disse...

escrito sob sol poente e nuvens carregadas do Sul, com a visão dos peitos de concreto (não os meus, os de Porto Alegre, só pra registrar) hahaha

beijos amore! saudades!

fulinaíma produções disse...

os seus são muito mais lindos

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná