terça-feira, 30 de agosto de 2011

dani rauen após o bip


show de lançamento do CD dia 1 de outubro no Renascença em Porto Alegre

esfinge


Poema de Artur Gomes musicado por Rodrigo Bittencourt que será lançado em CD por Daniela Rauen, com show no Renascença em Porto Alegre dia 1 de outubro

o amor
não e apenas um nome
que anda por sobre a pele

um dia falo letra por letra
no outro calo fome por fome
é que a flor da minha pele
consome a pele do meu nome

cravado espinho na chaga
como marca cicatriz
eu sou ator ela esfinge
ana alice/beatriz

assim vivemos cantando
fingindo que somos decentes
para esconder o sagrado
em nosso profanos segredos

se um dia falta coragem
a noite sobra do medo

na sombra da tatuagem
sinal enfim permanente
ficou pregando uma peça
em nosso passado presente

o nome tem seus mistérios
que se escondem sob panos

o sol e claro quando não chove
o sal e bom quando de leve
para adoçar desenganos
na língua na boca na neve

o mar que vai e vem
não tem volta

o amor é a coisa mais torta
que mora lá dentro de mim
teu céu da boca e a porta
onde o poema não tem fim

artur gomes
http://juras-secretas.blogspot.com/

Fulinaíma Produções
poeta.ator.vídeo.maker
 (22)9815-1266 begin_of_the_skype_highlighting            (22)9815-1266      end_of_the_skype_highlighting


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

congresso brasileiro de poesia


IMPERDOÁVEL DESLEIXO.


veja.abril.com.br
Brincar com a sorte é jogo. Quando envolve vida é inaceitável. Pois foi o que aconteceu em Santa Tereza, no Rio de Janeiro. Cinco mortos e 57 pessoas feridas no acidente do bondinho deste fim de semana passada. Descarrilou e tombou na curva próxima ao Largo do Curvelo. Foi uma tragédia para os familiares. Um lastimável episódio no turismo da cidade. Logo salta aos olhos a superlotação. Desde que me entendo por gente, o bondinho só sobrevive por desejo da população do bairro. Esta o defende pela praticidade e por sua incorporação na paisagem da comunidade. Pelas autoridades, extinto já teria sido. Nunca entendi bem o porquê desta marcação. Santa Tereza é um bairro exclusivo da cidade. Extremamente charmoso. Tantas são as cidades no mundo que preservam com máximo zelo seus bondinhos. Só pra lembrar cito duas bem diferentes: Istambul e Lisboa. Nas duas o bondinho é até motivo de atração turística, perfeitamente adaptado ao traçado da área aonde circula. Aqui, sucessão de acidentes. É motivo de descaso e dor. Até quando?!

Luciana Portinho 
http://fmanha.com.br/blogs/lucianaportinho/2011/08/29/imperdoavel-desleixo/

sábado, 27 de agosto de 2011

Dilma faz refundação retórica do governo e tira 'faxina ética' da pauta

Presidenta Dilma Rousseff tenta recolocar governo no rumo do slogan 'país rico é país sem pobreza' e deixar 'faxina' ética em segundo plano. Depois de dar vários sinais, fez a mais enfática declaração de prioridades após jantar com líderes do PMDB, que já perdeu dois ministros e tem um outro acusado. Disposta a ampliar exploração política do combate à miséria, prepara viagem ao Amazonas.
BRASÍLIA – A queda do petista Antonio Palocci da chefia da Casa Civil produziu uma refundação do governo, ao obrigar a presidenta Dilma Rousseff a rever o modelo de relação política que tentara estabelecer de início com partidos aliados. Dois meses depois, de novo por motivos políticos, Dilma promove outra refundação, desta vez retórica, com o objetivo de botar no topo da agenda brasileira aquilo que, afinal, está por trás de seu slogan oficial, “país rico é país sem pobreza”.

A declaração mais enfática de que a prioridade zero do governo é a agenda econômica, que melhora a vida das pessoas e faz o país crescer, e não a agenda moral, que causa atritos com aliados e dá munição a adversários, Dilma deu nessa quarta-feira (24/08).

“Essa pauta de demissões não é adequada para um governo e eu jamais vou assumir. Não se demite nem se faz escala de demissão, nem sequer demissão todos os dias. Isso não é, de fato, Roma antiga”, afirmou a presidenta. “[Faxina] Não é o centro do meu governo. O centro do meu governo é fazer uma faxina contra a pobreza.”

Nos últimos dias, a presidenta já tinha dado diversos sinais de que gostaria de inverter prioridades, como Carta Maior relatara. Mas não havia sido tão incisiva quanto agora.

Na véspera, Dilma participara de jantar na residência oficial do vice-presidente, Michel Temer, com líderes e parlamentares do PMDB. O partido de Temer já perdeu dois ministros (Wagner Rossi, da Agricultura, e Nelson Jobim, da Defesa) e tem um terceiro alvejado por denúncias de corrupção - Pedro Novais (Turismo).

O PMDB é um dos dois maiores partidos governistas. Tem a maior bancada do Senado (20, das 81 cadeiras). E a segunda da Câmara (80, dos 513 assentos). 

As denúncias contra Novais atingiram o outro grande aliado do Planalto, o PT (86 deputados e 13 senadores). Algumas das supostas irregularidades no ministério teriam origem na gestão do PT no ministério, ainda no governo Lula.

Para explorar mais a politicamente a “faxina contra a pobreza”, segundo Carta Maior apurou, Dilma vai botar cada vez mais peso nos atos regionais de assinatura de pactos de erradicação da miséria com governadores. 

A presidenta já tinha encomendado à ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campelo, que organizasse lançamentos do programa Brasil sem Miséria nas cinco regiões. Já ocorreram dois – no Nordeste (Alagoas), dia 25 de julho, e no Sudeste (São Paulo), dia 18 de agosto. O próximo será no Norte (Amazonas), dia 5 de setembro.

O evento em São Paulo teve uma presença até à véspera desconhecida para Dilma, do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Uma fonte do governo disse à Carta Maior que o convite ao tucano não partiu da Presidência, nem do ministério do Desenvolvimento Social, mas do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), em cuja residência oficial o evento aconteceu.

Quando deu as declarações à imprensa sobre faxina e agenda econômica nessa quarta-feira, Dilma tinha acabado de participar de um evento que também se encaixa no esforço de restabelecer prioridades.

Ela e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, haviam anunciado a reformulação de um programa de microcrédito (para pessoas pobres) criado no governo Lula. 

Neste novo formato, os quatro bancos públicos vão cortar a taxa de juros (de 60% para 8% ao ano). Priorizar operações destinadas a atividades produtivas (montar uma barraquinha de pipoca, por exemplo), em vez de consumo (compra de TV, por exemplo). E multiplicar por quatro a clientela beneficiada e o volume de dinheiro emprestado, até 2013.

Leia Mais:

Após incentivar agenda ética, Dilma tenta priorizar debate econômico
Dilma 'refunda' governo ao trocar Palocci e repartir poder político

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Cinema Possível no FESQ


FESQ, Festival de Esquetes de Cabo Frio, um dos mais importantes eventos de teatro da Região dos Lagos, RJ, terá uma mostra especial dos filmes do projeto Cinema Possível. Momento de consagração para nós que vamos ter uma grande profusão de público durante 5 dias consecutivos. Preparamos uma programação especial, mostrando de forma livre filmes que registram momentos e tendências do projeto, desde 2007.

VEJA A PROGRAMAÇÃO E DIVIRTA-SE

Dia 23
Haicais de Jiddu Saldanha – Fotos de Rodrigo Mexas
Duração: 00: 01:33
Urubu: Inspirado na Obra de Dalmo Saraiva
Duração: 00:01:30
Fluxus: Inspirado na obra de Cristiane Grando
Duração: 00:0 5:51

Dia 24
17 Haigas: Hicais de Jiddu Saldanha / Fotos de Alexandra Arakawa
Duração: 00:02:33
Mario Faustino por Artur Gomes
Duração: 00:02:13
Lugar X – Inspirado na obra de Caio Fernando Abreu
Duração: 00:03:05
Universo Caio. Inspirado na obra de Caio Fernando Abreu
Duração: 00:04:00

Dia 25
Palimpsesto: Jiddu Saldanha, Alexandra Arakawa e RafaelMannheimer
Duração: 00:00:59’
BRISA – inspirado na obra de Artur Gomes, Jorge Ventura e Airton Ortis
Duração: 00:08:37

Dia 26
Filmes Promocionais sobre Hayan Rúbia, poeta que está sendo biografada pelo projeto Cinem Possível.
Teaser oficial
Duração: 00:01:30
Amigos na grama.
Duração: 00:01:13
Depoimento de José Facury
Duração: 00:00:45
Depoimento da Filha de Hayan Rúbia
Duração : 00:01:13
Revolução Mínima – Videoclipe oficial do filme.
Duração: 00:04:25
Simulação com a Dublê do filme
Duração: 00:00:45

Dia 27
Haicais de Jiddu e Chris Herrman fotos de Tchello d’Barros
Duração: 00:02:42
Sou 100 – Inspirado na obra de Carlos Gurgel
Duração: 00:02:59
Do Crepúsculo ao Outro Dia – Inspirado na obra de Jiddu Saldanha e Herbert Emanuel.
Duração: 00:05:51

mar à vista



essa morte cercada
intra muros
é o que não quero
quero o mar revolto
o furacão
a tempestade
o caldeirão fervendo
em teus olhos de espanto
o óleo não bento
te molhando a boca
e esta flor de cactos
te lambendo as coxas


eu quero cada fio
de cabelo do teu corpo
enrolado entre meus dedos
e tua língua brincando de medusa
quando vem e me lambuza
na saliva do teu céu da boca
eu não te quero santa
eu te quero insaciável louca
de amor de fome e sede
e que coma do meu corpo
como se comesse poesia
assim como se fosse o trigo
do teu pão de cada dia

arturgomes

até encontrar tua alma


te anseio com sede
quero te beber devagarinho
para ir saboreando
teu gosto com calma
beber teu corpo
até encontrar  tua alma

serei sempre o homem
a invadir a tua cama
e lambuzar teu corpo
de amor  e sexo
mesmo que o reflexo no espelho
te cause surpresa e susto
pelos meus sessenta e poucos anos
há muito já rasguei os panos
há muito minha pele não é casta
a fome de ti é madrasta
me atiça os cinco sentidos
me lança pelas sete luas
te beijo vestida de nua
arrancando os botões do teu vestido


pode cortar como faca
ou ferir como espinho
que seja proibido
aos olhos d quem seja
eu quero tudo que sangra
nem que seja em angra
como energia nuclear
ou passaporte pro futuro
não quero porto seguro
quero morrer no mar

arturgomes

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

a guerra do homem


O Cine ABI, em parceria com o Cineclube da Casa da América Latina

Apresentam:

A Guerra de um Homem

Direção de Sérgio Toledo - 1991
Documentário 101 min.

25/08/2011
quinta-feira
a partir das 18h30

na ABI
(Associação Brasileira de Imprensa)
Rua Araújo Porto Alegre, 71 - 7° andar
Centro (próx. ao metrô Cinelândia)

Sinopse:

O filme se baseia na história real de Joel Filartiga, o famoso médico e
ativista paraguaio que tentou chamar a atenção do mundo para o
desrespeito aos direitos humanos no Paraguai. Sem meias palavras ou disfarces do tipo "rodado em algum país da América do Sul" o drama (uma produção inglesa para TV) anuncia explicitamente que se trata da história da luta contra uma ditadura de direita no Paraguai - a do General Alfredo Stroessner - representado aqui por Anthony Hopkins. Apesar de contar com direção brasileira e a atriz premiada em Cannes Fernanda Torres, este filme ainda é inédito nos cinemas/televisão do Brasil. Após a exibição do filme, haverá debate.

Serão concedidos certificados aos participantes.

Os 25 primeiros que chegarem terão direito a pipoca e guaraná grátis*!
cortesia: Sindipetro-RJ
apoio: ABI Associação Brasileira de Imprensa
realização: Casa da América Latina

Visite a nossa página!:
www.casadaamericalatina.org.br


como se fosse o trigo


eu quero cada fio
de cabelo do teu corpo
enrolado entre meus dedos
e tua língua brincando de medusa
quando vem e me lambuza
na saliva do teu céu da boca
eu não te quero santa
eu te quero insaciável louca
de amor de fome e sede
e que coma do meu corpo
como se comesse poesia
assim como se fosse o trigo
do teu pão de cada dia

arturgomes

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

carlos drummond de andrade


Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus.
Tempo de absoluta depuração.
Tempo em que não se diz mais: meu amor.
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram. 
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.

Em vão mulheres batem à porta, não abrirás.
Ficaste sozinho, a luz apagou-se,
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes.
És todo certeza, já não sabes sofrer.
E nada esperas de teus amigos.

Pouco importa venha a velhice, que é a velhice?
Teu ombros suportam o mundo
e ele não pesa mais que a mão de uma criança.
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios
provam apenas que a vida prossegue
e nem todos se libertaram ainda.
Alguns, achando bárbaro o espetáculo,
prefeririam (os delicados) morrer.
Chegou um tempo em que não adianta morrer.
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação.
Carlos Drummond de Andrade
A única coisa que o poeta não suportou foi a morte de sua filha, doze dias depois ele se foi em...17/08/1987

sábado, 20 de agosto de 2011

Nordeste: o mais dinâmico e confiante, em dias de incertezas globais

Nordeste foi a região que teve o maior crescimento econômico entre março e maio, diz pesquisa do Banco Central, e a que tem hoje os empresários mais confiantes, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria. Nos últimos dois meses, economia nordestina ultrapassou o Sul e tornou-se a segunda maior geradora de empregos formais.

André Barrocal no portal CartaMaior
BRASÍLIA – A secretária-geral da Central Sindical Internacional (CSI), Sharan Burrow, reuniu-se quarta-feira (17/08) com a presidenta Dilma Rousseff para discutir a situação da economia mundial e, ao deixar o encontro, disse a jornalistas que o Brasil é um “oásis” em meio às turbulências. 

Pois se a comparação é verdadeira, é possível dizer que há um “oásis” dentro do “oásis”, o Nordeste, região de maior confiança e dinamismo econômico, mesmo nestes tempos nebulosos sobre os rumos da economia global.

A economia nordestina foi a que mais cresceu de março a maio, com uma taxa quase duas vezes maior do que a do Sudeste, segundo colocado, de acordo com boletim contendo análises regionais divulgado pelo Banco Central (BC) nesta sexta-feira (19/08). 

A região dá sinais de “dinamismo” econômico, diz o documento, enquanto o Sudeste teve “expansão”, o Norte e o Sul, “moderação” e o Centro-Oeste, “desaceleração”.

A geração de emprego com carteira assinada também mostra que o Nordeste vai bem. Em junho e julho, a região ultrapassou o Sul e assumiu o posto de segundo maior celeiro de empregos formais, atrás do Sudeste. 

No período, a economia nordestina criou o dobro de vagas abertas no Sul, 66 mil e 33 mil, respectivamente, de acordo com pesquisa mensal do ministério do Trabalho divulgada na última terça-feira (16/08). 

Os industriais da região são os mais confiantes do país e os únicos entre os quais o otimismo cresceu, na virada de julho para agosto, segundo pesquisa divulgada nesta sexta-feira (19/08) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). 

O aumento da confiança ocorreu justamente no momento em que aumentaram as incertezas sobre os rumos da economia internacional e fez o Nordeste assumir o posto de mais confiante que no levantamento anterior pertencia ao Norte.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

muito prazer meu nome é poesia

                                                      arturgomes-fotografia.blogspot.com

agora que as palavras escorrem entre meus dedos e provocam ainda mais teus medos foto grafo folhas semi-mortas e essa coisa torta que me corta feito faca deixo ferir deixo sangrar deixo matar o amor que por acaso me cortou sem sabem o bem que me fez e quis fosse ao menos pelo prazer deste poema que agora fiz

arturgomes

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Rua dos Passos



Dias 20 e 21/08 às 20h
Teatro do SESI Campos Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)


Dinâmico e extremamente engraçado “Rua dos passos” uma comédia que vai transformar o seu bairro!


Uma peça escrita pelo jovem Luan Abreu com muitos “causos” e fofocas em uma pacata rua de uma pequena cidade do interior do estado do Rio de Janeiro.
Lá vivem as senhoras Maria de Lourdes, Conceição de Maria e Michelle, todas muito amigas e sempre dispostas a desvendar mistérios em torno de outros personagens que passam por essa rua.

Classificação: Livre


“Rua dos Passos” é garantia de muito humor e boas gargalhadas do nosso cotidiano.
Elenco: Eric Meireles, Felipe Monda, Luan Abreu, Silvano Mota e Ueliton Gomes.
Um divertido programa para seu final de semana 



CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná