fulinaíma

quarta-feira, 21 de março de 2012

ode.à.distância



tu aves em meu peito
feito gorjeio de imaculada
sinfonia

à raiz dessa canção planto sorrisos
ramificam-se meus braços
: arvorifico-me 

a distância das estrelas
no horizonte caligrafa sonhos de praia
[o fogo areja virtudes nas costas da noite!]

em meu redor, pirilampeias manso 
: quanto mais breu, mais
te alcanço •


lilly falcão



Artur 

Agradeço pela delicadeza da postagem, e fico honrada por constar entre os escritos de um blog que prima pela Arte e pela Literatura.

Grato abraço.

Lilly Falcão.

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná