fulinaíma

domingo, 30 de março de 2014

nos tempos da foto novela


Nos  Tempos da Foto Novela

 Aula de teatro (expressão corporal, atuação, fotografia, filmagem, redação, roteiro e produção).

o   O curso abordará os conceitos básicos da técnica fotográfica e audiovisuais, de utilização da câmera, discussão sobre fotógrafos renomados, conceitos básicos sobre a fotonovela e sua narrativa específica e as ferramentas para a criação de uma fotonovela.

.   Produção e edição de uma fotonovela.

.   Entrega de um DVD editado para cada aluno da turma.

·         Data: Abril a Junho – uma vez por semana (toda quinta-feira) – 3 horas por dia (15h às 18h).

.  Carga horária: 39 horas

·         Local: Espaço Multimídia/Sesc.

·         Público: Terceira Idade e Jovens – capacidade da turma = 45 participantes

Inscrições abertas no Sesc
Av Alberto Torres, 397 – Centro
(22) 2725-1210




FULINAÍMA PRODUÇÕES &

 Blog SHOW FRANCISCO apresentam:
FULINAÍMA SAX BLUES POESIA
Dia 1º de Abril 2014 – Local: Dona Baronesa 21h
e Dia 4 de Abril 21h no Rancho do Peixe – Santa Clara - SFI

1964 – 2014 – 50 Anos de Golpe Militar
– venha soltar seu poema preso


Artur Gomes - poesia: corpo e voz
Dalton Freire - sax e flauta
Reubes Pess - voz e violão
participação especial: Rapper Dizzy




SENTENÇA

faz muito tempo que eu venho
nos currais deste comício,
dando mingau de farinha
pra mesma dor que me alinha
ao lamaçal do hospício.
e quem me cansa as canelas
é que me rouba a cadeira,
eu sou quem pula a traseira
e ainda paga a passagem,
eu sou um número ímpar
só pra sobrar na contagem.
por outro lado, em meu corpo,
há uma parte que insiste,
feito um caju que apodrece
mas a castanha resiste,
eu tenho os olhos na espreita
e os bolsos cheios de pedras,
eu sou quem não se conforma
com a sentença ou desfeita,
eu sou quem bagunça a norma,
eu sou quem morre e não deita.

Salgado Maranhão
Do livro: A Cor da Palavra
Prêmio da Academia Brasileira de Letras - 2011

Letrista. Poeta.Ainda adolescente, mudou-se com os irmãos e a mãe para Teresina.Escreveu artigos para um jornal local e conheceu Torquato Neto, que o incentivou a ir para o Rio de Janeiro, o que fez no ano de 1972. Estudou Comunicação na Pontifícia Universidade Católica (PUC). Leia mais sobre Salgado Maranhão.



sob a relva

a noite quando baixou sobre ti
ficaste
a relva está molhada de pássaros brancos

eras uma criança do primeiro dia do mundo
eu te amei como se fosse
a primeira vez
na primeira vida

não sono lágrima silêncio
não adeus até o último adeus

(não, não importa)
eu te reconhecerei entre os mortos, sorrindo

Aricy Curvello (1945)
Publicado na Revista Poesia Sempre – Biblioteca Nacional – nº 36 – 2012 – livraria@bn.br





1º de Abril

telefonaram-me
avisando-me que vinhas
na noite
uma estrela
ainda brigava
contra a escuridão
na rua sob patas
tombavam
homens indefesos
esperei-te 20 anos
e até hoje não vieste
à minha porta

- foi um puta golpe
Artur Gomes
In Suor & Cio – 1984

gravada no CD Fulinaíma Sax Blues Poesia – 2002

https://www.facebook.com/FulinaimaProducoes?fref=ts


oficina de poesia falada e produção de vídeo
https://www.facebook.com/oficinapoesiafalada?fref=ts 

Oficina Cine Vídeo Teatro
produção da cine novela: RUIDURBANOS

Vídeo Instalação : RUIDURBANOS: Uilcon Pereira In Memória
https://www.facebook.com/pages/Ruidurbanos-Uilcon-Pereira-in-Memória/253594524806841?fref=ts

fulinaíma produções
contato:
portalfulinaima@gmail.com
Blog Show Francisco

Rancho do Peixe


Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná