fulinaíma

terça-feira, 5 de agosto de 2014

nu vem mal aimé


Nu Vem Mal Aimé
para Joaquim Branco

comme si
os DADOS
do mal
armados
como numa constelação
comme si
de um golpe
SOL
dados
do bem
caindo
pela
rampa
do
azar
comme si
lançado
de um LANCE
em circunstâncias eternas
comme si
pluma
solitária
perdida
comme si
do fundo
de um naufrágio
nuvem-nuvem névoa branco sopro
por trás
do SONO
comme si
um SOCO
dentro da manhã
comme si de um LANCE
se desmonte o POEMA
se extirpem
os diademas
comme si de um reLANCE
se desmanchem os dramas
e salvas se dissolvam
as tramas
do ACASO
comme ça

Ronaldo Werneck


XXII Congresso Brasileiro de Poesia
XIX Mostra Internacional de Poesia
II Mostra Cine Vídeo Poesia
Bento Gonçalves-RS – 6 a 11 de outubro 2014

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná