segunda-feira, 18 de agosto de 2014

travessia



Travessia


de Almada
vou atravessar o Tejo
barco a vela
Portugal afora
em Lisboa
vou compor um fado
e cantar no Porto
feito blues rasgado
de amor pela senhora
que me espera em paz

e todo vinho
que eu beber agora
será como beijo
que guardei inteiro
como um marinheiro
que retorna ao cais.


artur gomes

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná