quinta-feira, 4 de junho de 2015

Flora



Flora

reluz em mim amor e flora
que tal riqueza em luz aflora
clara evidência  total menino
com tal beleza voz e destino

e se não fores mansa
é que virás do mar
e virás da mãe flor lumiar
e virás da tarde e do amanhecer
e serás tão linda ainda vai saber

se andei por folhas
foi pra te germinar
e deixar sementes
pra te alimentar

e se não fores flora
é o que vou fazer
deste grão de vida
e estás pra nascer

Artur Gomes 
Poemas escrito em 1983 quando Flora estava no sexto mês de gestação – musicado por Otávio Cabral e publicado no livro: Suor & Cio – 1985 

http://artur-gomes.tumblr.com/post/120642753632/flora-reluz-em-mim-amor-e-flora-que-tal-riqueza

Nenhum comentário:

CAMPOS DOS GOYTACAZES

Quem sou eu

Minha foto
meu coração marçal tupã sangra tupi e rock and roll meu sangue tupiniquim em corpo tupinambá samba jongo maculelê maracatu boi bumbá a veia de curumim é coca cola e guaraná